Eventos


   em breve...



  Site Antigo

merchandinsing inscrição quotizações informações/ horários vídeos contactos

Mensagem de Ano Novo

“O sucesso começa com um sonho, do sonho para a meta, da meta para a disciplina, da disciplina para a persistência e da persistência para a conquista.”

Autor desconhecido

 

 

Aveiro, 1 de janeiro de 2020

Caros sócios do Clube dos Galitos,

 

O propósito de através das mensagens de ano novo do Presidente do Galitos, dar a conhecer a atividade do Clube dos Galitos Aveiro mantém-se desde o nosso primeiro mandato. Tentamos que este singelo texto integre e mostre a nossa atividade cívica, desportiva e cultural na cidade e sociedade aveirense. 

Cumprimos com orgulho esta missão.

Este é o primeiro dia da segunda década do século XXI. Aproveitemos este ensejo para recordar o caminho que nós os Galitos temos vindo a trilhar. 

Há um pensamento que cada vez que olho para a fotografia da revista o “cantar do Galo” exposta na sede me vem à memória e de que me orgulho. Podemos não fazer muito para dar nas vistas, mas, o que fazemos, temo-lo feito sempre bem e com um nível elevado de performance. Seja na cultura ou no desporto, temos sempre atingido elevados padrões de qualidade no que fazemos e continuamos a sentir um enorme prazer e brio em bem representar a nossa terra como fizeram os nossos consócios do grupo cénico.

Ousemos, pois, continuar a ser diferentes, inovadores e indutores da transformação que Aveiro sempre necessita.

O ano de 2019

O ano de 2019 que terminou foi um bom ano para o Clube dos Galitos.

Um novo ano vai começar e com ele teremos novas metas para ultrapassar, novos desafios para vencer e, como sempre, sempre problemas para resolver. Vamos, como até aqui, acumular a energia necessária para resolver as dificuldades que nos aparecerem, procurando sempre consensos em diálogo, sendo construtivos e imaginativos, mas sobretudo perseverantes.

É essa a essência da vida quotidiana do clube que exige de todos os dirigentes e seccionistas, muita determinação, uma grande dedicação e muita energia. É sobretudo encarando os desafios como novas oportunidades que devemos prosseguir a nossa ação. Foi um ano de intensas alegrias, de assumir ainda mais responsabilidades, mas também de muitas conversas sobre o nosso futuro enquanto coletividade que quer continuar a servir Aveiro com dedicação.

A vida do clube - o clube são os sócios

A vida social do Clube prosseguiu com normalidade.

Como sempre temos reiterado, o clube são as pessoas e os sócios o nosso ativo principal. Sem o seu trabalho diligente e abnegado nada do que fazemos seria sequer possivel. Devemos agradecer a todos os que nos ajudaram na gestão das secções e a todos os que acompanharam as equipas pelo seu anónimo, mas eficaz trabalho.

No ano de 2019 o clube continuou a crescer em sócios, atletas, secções e dirigentes. Não queremos crescer só para anunciar mais secções, queremos que as que chegam tenham capacidade de autossustentação. Alguns sócios, muitos deles pais de atletas, deram o seu contributo como seccionistas nas várias modalidades, conseguindo induzir novas dinâmicas nas secções e estimular estruturas de apoio importantes no sucesso das modalidades e secções. Sem a dedicação dos nossos sócios em tarefas tão essenciais, não seria possível proporcionar formação aos quase dois milhares de jovens que participam nas nossas atividades desportivas e formativas.

Destaque para a formação da nova secção de Bridge que entrará em atividade formal no primeiro dia de 2020.

Realce especial para os jantares de natal das diversas secções que reuniram mais meio milhar de sócios, dando uma evidente demonstração da nossa capacidade de mobilização. Os jantares serviram para homenagear todos os atletas, dirigentes e outros amigos do clube que se distinguiram na época anterior.

Um outro processo que pensávamos ter concluído 2019 é a revisão dos estatutos do clube com vista à sua adequação aos tempos atuais. Da parte do clube demos o trabalho como concluído, com a aprovação em Assembleia-Geral e o respectivo registo.  Aguardamos ainda resposta dos serviços do estado que gerem a manutenção do estatuto de utilidade pública outorgado em 1928, relativamente à reactivação deste estatuto. Está a ser um processo muito complexo e onde o contributo de todos os órgãos sociais tem determinante, em particular o empenho do nosso sócio Dr. Armando França. Este é um exemplo onde a insensatez dos funcionários dos órgãos de governação, sem visão local, se expressa em plenitude e atinge os limites do ridículo.

Os serviços de contabilidade foram revistos e alterados com vista a um melhor acompanhamento e maior rigor na apresentação de dados de gestão em 2018. Este processo envolveu muitas alterações ao funcionamento das secções, a um esforço suplementar de todos os envolvidos e à aquisição de novo software e hardware informático. O resultado foi extremamente positivo pois em novembro de 2019 já dispomos de balancetes de exploração por secção relativos ao 3º trimestre e, no final desta época, teremos dados que vão melhorar a gestão das secções. Cabe aqui um agradecimento à Dra. Silvia Vidal, ao conselho fiscal do clube e a todos os dirigentes envolvidos nesta tarefa essencial.

Mantivemos igualmente uma regra desta direção e que consiste no agradecimento formal, por carta do presidente, a todos aqueles atletas ou dirigentes que se distinguiram em representação do Clube como campeões ou recordistas nacionais, que obtiveram prestações coletivamente ou individualmente muito relevantes.

Mantemos a colaboração com várias instituições da cidade nomeadamente através da cedência das nossas instalações sempre que se achou conveniente. como aconteceu diversas vezes em 2019.

Participámos em muitos dos eventos para que fomos convidados realçando o interesse que a cidade tem no nosso clube o último dos quais foi a Agro Vouga, apenas para dar um exemplo.

Relacionamento com o Estado

O Estado português continua incapaz de gerar políticas de promoção do desporto e da juventude menos centralistas, mantendo-se inabilitado para ajudar a resolver problemas burocráticos relativos a instalações desportivas, zelosamente complicando assuntos que deveriam ser de fácil burocracia. Já vimos reclamando desta situação há vários anos. As associações são tratadas apenas como contribuintes e não como parceiros essenciais na sua missão de apoiar os cidadãos como prevê a Constituição da Nação.

Na altura de apresentação de mais um orçamento de estado continua-se a não se ter em conta esta enorme força que são as associações. Obrigam-nos a cumprir regras descabidas e anacrónicas perante o propósito das associações, comparando-nos a empresas comerciais que não somos, a preencher vezes sem contas os mesmos formulários para análise de situação, afundando-nos nas teias administrativas de uma interminável burocracia. Os dirigentes não são valorizados pelo inestimável serviço que prestam à comunidade, sendo algumas vezes os bodes expiatórios das incompetências dos decisores públicos.

Valem as atuações mais atentas dos órgãos dirigentes municipais, quer ao nível camarário quer ao nível de freguesia, que vão colmatando as falhas do governo e dando uma ajuda importante.

Cabe aqui realçar os programas de apoio municipal ao desporto que têm sido importantes na dinamização de todas as associações.

Voltamos, por este motivo, a insistir nos temas de mensagens anteriores. Talvez nos ouçam pela exaustão.

A valorização dos dirigentes associativos verdadeiramente amadores e beneméritos – Cada ano que passa é mais difícil encontrar pessoas com disponibilidade para o associativismo.

Canibalização dos clubes mais pequenos - A democratização do desporto com a construção de instalações desportivas por todo o País não tem valorizado os clubes e as associações do país menos mediatizado e, ao invés, está a canibalizá-los, em benefício dos chamados 3 grandes.

O IVA no desporto – O Estado vê os clubes como uma fonte de receita em detrimento da função educadora não cedendo um cêntimo nas isenções pedidas ao material desportivo de alta competição.  

A justiça muito lenta – qualquer problema que uma instituição tenha provocado por si ou por outros leva um tempo interminável a ter uma resposta ou uma decisão.

 

Os Galitos

Galitos de Fama

Honrar os nossos maiores é lembrar aqueles que antes de nós construíram um Galitos forte, solidário e coeso.

Clube Olímpico

Gino Caetano 

Cabe aqui também uma referência especial ao Gino Caetano porque já se apurou para os Jogos Olímpicos de 2020 (natação adaptada) e tem vindo sucessivamente a melhorar as suas marcas de qualificação. O nosso atleta conquistou assim, antes do fim do ano de 2020, a certeza da sua participação paraolímpica e fez com que o seu Clube esteja pela 4ª vez consecutiva representado na maior prova desportiva mundial. O Galitos deve um louvor à empresa empregadora do Gino, a Fisiomanual, pela total disponibilidade que tem tido para compatibilizar os horários de treino do nosso fisioterapeuta e atleta.

 

 

 

 

 

 

O Diogo Carvalho ainda luta para alcançar a sua 4 participação olímpica e estamos empenhados em ajudá-lo nesse propósito.

Outros atletas

Muitos outros atletas se têm distinguido nas modalidades e por isso se tornará complicado mencionar neste pequeno espaço todos aqueles que foram campeões nacionais, que representaram Portugal nas seleções nacionais ou que bateram recordes nacionais. Caberá mencionar Carolina Fernandes que bateu inúmeros recordes Nacionais e vice campeões europeus de Padel, João Nunes e João Grilo.

Distinções

As secções distinguem anualmente os seus atletas e alguns sócios que merecem o apreço de todos pelo seu trabalho presente ou passado. Essas distinções ocorrem em eventos organizados por cada estrutura em reuniões perto da época natalícia e que foram mais uma vez um sucesso. Foram distinguidos, José Pedro Gonçalves na natação, António Romão e Marcelo Azevedo no Basquetebol e Francisco Maia no remo. O Triatlo que este ano comemorou 10 anos de actividade como seçcão homenageou os elementos da 1ª da equipa directiva; Miguel Lopes, Rui Ferreira e Josué Oliveira. Foi também distinguido o atual dirigente Ricardo França pela sua absoluta dedicação.

Todas as secções homenagearam para além destas personalidades, os atletas campeões ou equipas que se distinguiram durante o ano conquistando títulos nacionais ou regionais para o clube, todos os recordistas nacionais, e integrantes de seleções nacionais. 

 

Muitas e boas alegrias…

Globalmente o Clube dos Galitos conquistou em 2019 um impressionante palmarés nas modalidades que pratica. 

56 títulos de campeão nacional

1 título de Vice-Campeão europeu 

18 recordes nacionais.

15 atletas representaram as seleções nacionais

 

Por modalidade deixamos a sua distribuição.

Na natação conquistámos individualmente, 

12 Títulos Nacionais 

17 Títulos Nacionais Masters 

12 Títulos Nacionais Natação Adaptada 

16 Títulos Zonais 

146 Títulos Regionais 

18 Recordes Nacionais 

72 Recordes Regionais 

Como equipa fomos

Campeões Nacionais da 2ª Divisão (época 2019/20)

Fomos Campeões Regionais de Clubes 

Vencedores Taça ANCNP 

6º Classificados na 1ª Divisão Feminina (este ano queremos melhorar) 

6º Classificados na 2ª Divisão Masculina (este ano queremos ganhar e subir) 

6 Presenças em representação da Seleção Nacional 

O basquetebol

Tetra Campeão Nacional da Liga de Basquetebol Master

Vencedores da Taça de Sub-18 Masculinos

2º classificado da Fase Regular no Campeonato Nacional da 1ª Divisão de Seniores Femininos

Subida à 1º Divisão nacional com a equipa sénior masculina

Campeão regional de Sub-14 Femininos

Pelo 3º ano consecutivo foi um clube da ABA com mais atleta a representar as Seleções Distritais nos Campeonatos Nacionais

O padel conquistou

4 títulos nacionais individuais

Vice-campeão nacional por equipas.

Vice-campeões europeus de Veteranos

Atletas jovens e veteranos nomeados para seleções

O xadrez conquistou

3 títulos nacionais individuais nas diversas categorias

Vice-campeão da 2ª divisão.

O remo 

3 títulos nacionais nos diversos barcos nacionais.

2 títulos nacionais de remo indoor

O triatlo

Participação no Campeonato do Mundo de Longa Distância

Participação no Campeonato Europeu de IRONMAN em Frankfurt

Vários top-10 em diferentes provas regionais e nacionais, entre os quais algumas medalhas em campeonatos nacionais de grupos de idade

 

Lutas antigas com alguns avanços

Mais um ano terminou e as nossas lutas de sempre, as lutas de Aveiro e do Galitos, embora ainda não resolvidas parece terem dado um pequeno salto fruto do empenho da Câmara Municipal e sobretudo do seu presidente.

O posto náutico da lota embora continue à espera de acessos condignos que ajudem à chegada mais confortável dos atletas e seus pais, principalmente no inverno, teve um compromisso autárquico para a construção no local que ocupamos de um novo posto náutico digno desse nome. Constituímos uma equipa especial para atacar este problema com a energia que ele merece, tendo já produzido um estúdio prévio para que a cidade e o clube possam vir a ter centro náutico de excelência, à semelhança daqueles em que todas as cidades congéneres já investiram.

No momento actual a CMA e o governo negoceiam as condições de cedência do espaço da lota e só depois disso se poderá partir para a tomada de decisões mais concretas.

O incremento da secção náutica tem-se feito mesmo nas deploráveis condições de acesso existentes, pelo que não conseguimos imaginar o que seria possível evoluir com uma conjuntura mais propícia no acesso ao posto náutico. Só com as condições melhoradas será possível manter um Remo aveirense aberto e virado para a Cidade e Turismo. 

A questão da piscina do bairro do liceu, depois de transferida a propriedade para a esfera municipal, está neste momento a ser objeto dos estudos de engenharia para a sua requalificação que foi um compromisso desta autarquia. A piscina no centro da cidade manterá a gestão do Galitos e possibilitará a continuação do trabalho de uma das mais importantes equipas de natação nacionais.

Mas também não desistimos de pedir à cidade uma piscina municipal que potencie o trabalho de excelência que o clube tem feito na natação. Temos a garantia que avançará no próximo mandato autárquico pelo que temos vindo a ajudar a CM sobre a topologia que esta deverá ter.

Formação, certificação de escolas e competição

Formação

O Galitos é, sem qualquer sombra de dúvida, o clube referência na Formação e Olímpico de Aveiro e formação desportiva é a fonte de todas as nossas grandes vitórias.

Sem escolas fortes e competentes, sem treinadores habilitados e dedicados e dirigentes motivados e o trabalho diário dos atletas não é possível ter boa formação. 

Os títulos nacionais na natação, basquetebol, remo, padel e xadrez projetam-nos nacionalmente, mas sobretudo mostram uma realidade que construímos com o esforço de todos. Pelo que já fizemos na área da formação não podemos nunca descurar esta importante valência no nosso clube.

 

Certificação das escolas.

Este ano de 2019 viu revalidar a certificação de escolas de natação. A Escola de Natação do Clube dos Galitos de Aveiro tem o certificado nível ouro e parte agora para a certificação do clube e não apenas das escolas.

Também o basquetebol e o xadrez mantêm os respetivos níveis de certificação e procuramos agora que outras federações prossigam este caminho de qualidade.

Competição desportiva

É impossível sintetizar a atividade desportiva do Galitos em poucas linhas, mas, mesmo pecando por omissão, fazemos um breve resumo. 

 

Basquetebol

O basquetebol continua a ser uma escola de formação de referência, mantendo o estatuto de Clube Formador da FPB e de Escola de Minibasquete Certificada.

Na qualidade de clube formador e como forma de dar continuidade à formação dos seus atletas, o Clube continua empenhado em elevar o patamar onde competem as suas equipas Seniores Femininos e Masculinos.

As Seniores Femininos, a competirem na 1ª Divisão Nacional, ficaram na última época na 2ª posição na Fase Regular, sendo depois eliminadas nas meias finais do Playoff, ficando a apenas uma vitória da subida à Liga Feminina. Com resultados sustentados neste nível competitivo, o desafio para o futuro próximo continua a ser conseguir levar a equipa ao nível mais alto do basquetebol nacional, isto é, a subida à Liga Feminina (1º escalão Nacional).

Após 2 anos de interregno, a equipa Sénior Masculina teve um regresso muito positivo. Já na época 2017/18, o Galitos fez um excelente campeonato com um grupo de atletas da sua formação, muitos deles ainda com idade de SUB-18. Na última temporada, a equipa conseguiu mesmo atingir o objetivo de subir de divisão, ascendendo à 1ª Divisão Nacional. Assim, os atletas da formação quando atingirem este escalão etário, poderão vir a jogar num patamar mais elevado.

O Galitos voltou a vencer a Liga de Basquetebol Master pelo 4ª ano consecutivo, sendo TetraCampeão Nacional. Saliente-se que esta equipa venceu esta competição desde a sua primeira edição.

Depois do Título Distrital conquistado em 2017/18, os Sub-18 Masculinos venceram a Taça Nacional ao derrotaram na final o Sporting CP, numa Fase Final disputada no Pavilhão do Galitos.

As Sub-14 Femininos conquistaram o 4º Título Distrital de Formação no setor feminino das últimas épocas, assumindo-se cada vez mais o Galitos como um clube de referência distrital neste sector, depois de ter reativado a atividade em 2007/08.

Para além destas conquistas, o Galitos participou ainda em cinco Fases Finais Distritais: Sub-14 Femininos, campeãs distritais; Sub-16 Masculinos, 3º classificado; Sub-16 Femininos e Sub-18 Masculinos, ambos vice-campeões distritais; e Sub-19 Femininos, 4º classificado. Destas cinco Fases Finais, o Galitos organizou no seu pavilhão duas delas, a de Sub-14 Femininos e de Sub-16 Masculinos. 

Esta cinco equipas da Formação participaram ainda nas provas nacionais. Os Sub-18 Masculinos e as Sub-19 Femininos na Taça Nacional. As Sub-14 Femininos, as Sub-16 Femininos e os Sub-16 Masculinos participaram nos respetivos Campeonatos Nacionais, tendo estes últimos conseguido o apuramento para a Fase Final Nacional, conquistando o 3º lugar. As Sub-14 Femininos passaram à 2ª Fase da prova e discutiram até à última jornada o acesso à Fase Final Nacional.

Para além deste excelente desempenho coletivo, o Galitos viu vários atletas seus serem chamados às Seleções Distritais, voltando a ser pelo 3º ano consecutivo o Clube do Distrito que teve mais atletas (15) a representar estas Seleções nos Campeonatos Nacionais em Albufeira e Paços de Ferreira. O Galitos teve também três treinadores seus integrados nestas equipas técnicas.

Ao nível de Seleções Nacionais, destaque ainda para os três atletas internacionais que participaram em competições oficias da FIBA. Daniela Domingues disputou jogos do apuramento para o Europeu de Seniores. Miguel Baker e Miguel Lucas disputaram o Campeonato da Europa de Sub-16, que se realizou na Croácia. Para além destes atletas, Margarida Abrantes foi internacional Sub-15 ao participar num Torneio Internacional. Miguel Silva e o Vasco Silva participaram em estágios de observação das Seleções Nacionais de Sub-16 e Sub-18, respetivamente. Miguel Lucas integrou o Centro de Treino de Alto Rendimento em Ponte de Sôr.

Em termos organizativos, destaque também para a organização no Galitos das Fases Finais Distritais de Sub-16 Masculinos e Sub-14 Femininos, bem como da Fase Final Nacional da Taça de Sub-18 Masculinos. Estes foram momentos altos da época, não só pelos dois títulos conquistados, mas também pelo sucesso organizativo, com grande mobilização interna e forte adesão do público.

No final deste ano a secção realizou o seu jantar convívio de Natal com cerca de 250 pessoas, no qual foram entregues as distinções referentes à época passada, o que mostra bem a dinâmica da atual equipa diretiva da secção.

 

Natação

A natação continua a dar-nos grande alegria desportivas. 

A maior das alegrias foi a manutenção da bandeira olímpica no clube uma vez que para já Gino Caetano assegurou os mínimos para a sua participação nos Jogos Para Olímpicos de Tóquio em 2020.

Na época desportiva de 2018/19 sagraram-se campeões nacionais Maria Emilia Almeida, Carolina Fernandes, Gino Caetano, Gustavo Basto, Sara Rodrigues, Ana Oliveira, António Lobo, João Oliveira, Daniel Fernandes, Gonçalo Pereira, Nuno Pascoal, João Ferraz e Nuno Silva que conquistaram para o clube 12 Títulos Nacionais, 17 Títulos Nacionais Masters e 12 Títulos Nacionais Natação Adaptada

A última época desportiva foi o ano de muitos recordes tendo sido batidos 18 Recordes Nacionais estabelecidos. Neste particular destaca-se a nadadora Carolina Fernandes que estabeleceu muitos dos recordes nacionais e conta no final deste ano com o impressionante registo de 58 marcas nacionais batidas ao longo da sua curta carreira. Os recordistas nacionais merecem menção nesta missiva e foram Ana Margarida Rodrigues, Joana Amador, Hugo Carola, Duarte Jorge, Nuno Pascoal, Diogo Carvalho, Leonor Sequeira, João Antunes, Maria Almeida, Lara Vasconcelos, Carolina Fernandes e Gino Caetano. 

Para além desta lista impressionante ainda conquistámos 16 Títulos Zonais, 146 Títulos Regionais, 72 Recordes Regionais.  

Fomos Campeões Regionais de Clubes e Vencedores Taça ANCNP. A nível nacional fomos 6º Classificados na 1ª Divisão e 6º Classificados na 2ª Divisão Masculina. Este campeonato já decorreu em dezembro e o Galitos foi CAMPEÃO NACIONAL e ascendeu à 1º divisão na época 2019/20. 

Tivemos ainda várias presenças em representação da Seleção Nacional de que destacamos ;

Diogo Carvalho: 6 chamadas à seleção entre as quais para o 18th World Championship Gwangju e  XXº European Short Course Championshi

Gino Caetano:  2 chamadas à seleção para  sendo uma nos Mundial WPS – World Para Swimming

Carolina Fernandes: 4 chamadas à seleção entre as quais o 3rd Latvian Junior And Yout Championship Riga e o European Yout Olimpic Festival – Baku.

Os nossos treinadores têm acompanhado as seleções nacionais e sido convidados pela federação e outras organizações como palestrantes em ações de formação.

A equipa master cumpriu mais um ano com títulos nacionais e um grupo unido em torno do prazer de nadar, competir e conviver.

 

Remo

O Remo, com renovação da equipa, fruto das suas escolas de formação teve um conjunto de bons e resultados quer no fundo quer na pista. Vários Top 3, top 5 e ainda mais Top 10. Destaque para Campeões Nacionais em Juvenis e Seniores masculinos e Campeões regionais masculinos ARBL. A juventude da equipa augura melhores resultados num futuro próximo. 

Foram convocados 3 atletas (2 masculinos e uma feminina) às convocatórias da seleção nacional de juniores

As recentes convocatórias aos critérios regionais jovens / selecção de vários atletas sublinham o trabalho técnico e directivo desta Secção.

Em termos de resultados destaque para os títulos nacionais de Ergómetro - masters masculinos e benjamins, Campeões no Nacional de fundo juvenil masculino em double scull e um terceiro lugar sénior em skiff e no nacional de velocidade com 2 barcos campeões em 2x juvenil masculino e 4- sénior masculino.

O remo veterano deslocou-se em competição à Internacional Veteranos, Budapeste.

Na formação o Galitos participou nas 5 Etapas, vários locais, Praia de Mira, Coimbra, Montemor-o-Novo Torneio do torneio de Formação Associação Remo da Beira Litoral e onde teve Campeões Regionais Infantis Masculinos

A secção proporcionou diversos estágios como o de Sevilha para Veteranos / Juvenis, Juniores e Seniores, em Castelo de Bode e no CAR de Montemor, Portugal para o Grupo de remo de competição.

A secção promoveu a III Gala Náutica do Remo Galitos, no Natal 2018 onde distinguiu Atletas, Treinadores, Dirigentes e Personalidades.

Na vertente de promoção e apoio à comunidade a secção promoveu o 1º contacto com o Remo e a Ria de Aveiro (24 crianças) apoiou o Projecto Youth/Erasmus/Irlanda - 1º contacto com o Remo e a Ria de Aveiro (34 jovens) em julho e agosto de 2019.

O Grupo de Remo de Lazer & Promoção do Galitos participou em regatas de promoção em Viana do castelo nas Festas Nossa Senhora da Agonia, na Figueira, em Lisboa e ainda dinamizou deslocação à Capela de S Gonçalinho pelos canais e ponte do laço. Foi ainda promovida a Iª Edição do Cidade dos Canais – remo de Lazer – Cidade de Aveiro em setembro de 2019.

Portugal Rowing Tour teve a nossa colaboração no evento organizado Ginásio Figueirense / PRT / Turismo do Centro e que teve a participação de cerca de 60 atletas em agosto de 2018.

Na área da formação de treinadores a secção deu apoio o estágio de final de formação de 2 novos treinadores. Conclusão da formação de corpo técnico com “prata da casa”, atletas, jovens adultos, cursados no ultimo curso de Treinadores de Remo Nível I. (contamos com 5 treinadores para 2019/2020). Para além disso proporcionámos formação de uma Juiza árbitra para o remo Nacional.

Xadrez

Em termos coletivos, deu-se a manutenção de uma equipa no Campeonato Nacional da 2º Divisão/Série B, sexto lugar no Campeonato Nacional de Xadrez Rápido num total de 30 equipas.

Em termos individuais ganhámos 3 títulos nacionais. Rita Santos sagrou-se Campeã Nacional Feminina de xadrez Semi-Rápido no escalão sub-20 e pela primeira vez Campeã Nacional Feminina de xadrez no escalão sub-20, participando posteriormente no campeonato Iberoamericano 2019.

Em termos distritais tivemos 2 campeões distritais, António Martins (sub-16) e João Matos (sub-20) e 1 Vice-Campeã Rita Santos (sub-20 Feminino).

No âmbito internacional, Ricardo Santos alcançou um top 10 com o sétimo lugar no XXXV Aberto Internacional Albariño, torneio internacional a contar com a presença de 10 Mestres titulados, performance que o ajudou a ascender ao Top 70 nacional, estando neste momento a ocupar a posição 67.

O xadrez mantém uma forte atividade no distrito e no panorama nacional é uma equipa com reconhecimento de ensino e de competição.

A estrutura dirigente é jovem, renovada e pronta a desenvolver e expandir a atividade do clube para fora. É constituída por uma equipa de treinadores com experiência internacional incluindo o auxílio de um reputado mestre internacional luso. As suas presenças nas escolas de formação continuam a fazer crescer a aprendizagem de xadrez fora do clube, transportando essa realidade para o ensino e competição em representação do clube.

Em termos de organização de competições a seção levou a efeito o I Torneio de SR de Verão do Clube dos Galitos (torneio que conta para o ranking Internacional) que contou com a participação do jovem promissor Mestre Fide Francisco Veiga, sagrando-se vencedor do mesmo. Foi implantado numa base semestral dois circuitos de torneios de xadrez rápido, também a contar para ranking internacional, como forma de divulgação do espaço de jogo e promover um treino semanal para os jogadores.

 

Padel

O Padel no Clube dos Galitos continua o seu franco crescimento, quer em número de alunos querem em número de praticantes.

Destacamos os resultados recentes obtidos na época que decorre: um (1) campeão nacional de Sub-12 (Guilherme Carreira), dois (2) vice-campeões de Sub-12 (José Diogo Cunha e Eduardo Candal Dias), dois (2) vice-campeões europeus de Veteranos (João Nunes e João Grilo), Vice-campeões nacionais de masculinos por equipas de nível IV, quatro (4) atletas na Selecção Nacional Jovem que participou no Mundial de Menores, dois (2) atletas na Seleção Nacional de Veteranos que participou no respetivo europeu, outros atletas do nosso clube obtiveram ao longo do ano excelente resultados, diversas vitorias e outros lugares honrosos no circuito Nacional Sénior, veterano e jovem, em diversas categorias. 

Organizamos duas etapas do circuito nacional de Padel (mais de 300 atletas cada), e várias etapas do circuito nacional de Jovens e Veteranos. 

A nossa escola funciona todo o ano à qual alocámos 2 treinadores a tempo inteiro e 2 treinadores a tempo parcial com planos de formação orientados para as várias faixas etárias e desenvolvimento técnico. 

Organizámos 2 Cursos intensivos de Padel orientados por um dos melhores treinados do mundo e ex-selecionador nacional. 

Pertencemos e potenciamos o Projeto "Padel Escolar" da Federação Portuguesa de Padel completamente alinhados com os agrupamentos de escolas da cidade.

 

Triatlo

O triatlo manteve a atividade normal com as participações de triatletas de vários escalões em provas nacionais e internacionais, com destaque para a participação de alguns dos seus atletas no Campeonato do Mundo de Longa Distância em Pontevedra - Espanha e no Campeonato Europeu de IRONMAN em Frankfurt - Alemanha. De destacar ainda outras provas de longa distância Ironman como as que foram realizadas em Vitoria-Gasteiz ou na Corunha, ambas em Espanha.

 A nível nacional a equipa fez-se representar nas diferentes provas do exigente calendário desportivo da FTP, seja nos Campeonatos Nacionais e Regionais de Clubes de Triatlo, nos Campeonatos Nacionais e Regionais de Clubes de Triatlo Longo, Taça de Portugal de Triatlo, Campeonato Nacional e Regional Individual de Triatlo e Campeonato Nacional e Regional de Grupos Idade de Triatlo, tendo obtido vários top-10 em diferentes provas regionais e nacionais, entre os quais algumas medalhas em campeonatos nacionais de grupos de idade. Assim, importa referir os atletas que mais se destacaram durante a época, foram distinguidos pela secção com o prémios “Galo Combatividade 2019” para João Génio, “Galo Evolução 2019” para Paulo Pinho, “Galo Resistência 2019” para Teresa Cardoso, “Galo Revelação 2019” para Lourenço Mota e “Galo Desempenho Desportivo 2019” para Rosa Rodrigues.

A implementação da escola de triatlo continua a ser o calcanhar de Aquiles da secção. Já se fizeram várias tentativas para a consolidação da ambicionada escola, mas as dificuldades encontradas têm sido maiores que a nossa vontade. A secção, para além do crescimento do número de atletas, mantém uma forte dinâmica na divulgação e obtenção de maior visibilidade da equipa, patrocinadores e parceiros

Cultura

A filatelia e numismática continua a sua actividade regular e a publicação da revista "Selos & Moedas", uma das publicações mais antigas de Portugal no que respeita ao coleccionismo filatélico e numismático (com 57 anos de publicação ininterrupta).

No ano de 2019 a secção teve participação meritória na Exposição ATLANTIC-ALPEN-ADRIA realizada em Viana do Castelo com a revista Selos & Moedas, tendo esta obtido 76 pontos de classificação em 100 possíveis

A secção apresentou uma proposta para participar de forma relevante no projecto liderado pela Câmara Municipal de Aveiro, Capital Europeia da Cultura 2027 e aguarda com expectativa o resultado da atribuição do resultado da cidade vencedora.

A fotografia depois de uns tempos de inatividade vai reiniciar o seu funcionamento normal promovendo cursos de fotografia em 2020

 

Projetos bandeira.

Temos sido pioneiros em projetos diferentes e inovadores que nos trazem valor. 

O remo de lazer tem já um grupo fixo de aveirenses que todos os domingos praticam o remo ao mesmo tempo que passeiam na nossa ria. Esperamos que este grupo seja o embrião dum projeto que possa crescer cada vez mais, transformando o remo de lazer numa oferta consistente de turismo náutico. 

A participação activa e empenhada do Galitos na Estação Náutica de Aveiro (ENA), projeto liderado pela Câmara Municipal, está a abrir perspetivas de crescimento para o remo de lazer, uma vez que atingindo um público alvo atento ao desporto de natureza, poderá integrar lógicas de desenvolvimento até agora nunca atingidas. O Clube dos Galitos foi desde a primeira hora um colaborador entusiasta da autarquia neste valioso projeto que agrega muitas outras entidades em rede.

A implantação e desenvolvimento de desporto MASTER tem sido um dos projetos acarinhados pelas diversas secções e que tem já raízes bem estabilizadas no Galitos. O Basquetebol voltou a ter um ano de glória, o Padel e a Natação continuam com níveis de atratividade interessantes e com títulos nacionais.

A certificação das nossas escolas de formação é o nosso projeto estruturante que tem dado passos seguros e que assegurará a qualidade formativa que procuramos. Mantivemos em 2019 todas as certificações conquistadas e aguardamos que as federações abram novos projectos.

Renovamos a nossa participação no Mapa da Inclusão Desportiva do Comité Para-olímpico de Portugal com as secções de remo e natação. 

Parcerias

O clube continua a sua política ativa de parcerias sendo de referenciar parcerias com a Fisiomanual, Academia Karaté Shotokan de Aveiro, Associação de Basquetebol de Aveiro, Associação de Remo da Beira Litoral, Associação de Natação Centro Norte de Portugal, Triplo Saber, Restaurante Atrium e Aveiro Padel.

De elogiar as relações institucionais e colaboração activa com as federações de Natação, Remo e de Triatlo.

Apoios

Câmara Municipal de Aveiro

A Câmara Municipal de Aveiro tem sido um parceiro fundamental para o Clube dos Galitos. O apoio prestado pela autarquia tem sido e determinante, tanto em termos financeiros, como materiais.

O Clube dos Galitos tem tido com a CMA uma relação institucional próxima e de grande abertura. Agradecemos a confiança que temos tido por parte do executivo camarário e em especial do presidente Engo Ribau Esteves. Da parte do Galitos a CMA tem contado com colaboração leal e empenhada nos projecto em que nos temos envolvido.

O apoio da autarquia tem tidos três vertentes; um carácter regular para a apoio à atividade corrente que tem sido distribuído pelas secções, outra para apoio ao investimento, tendo ajudado o clube adquirir embarcações de remo e uma nova carrinha para o basquetebol. Ainda tivemos um apoio extraordinário, previsto nos regulamentos, e que patrocinou a organização de uma fase final do Torneio Nacional de Sub-18.

Tem sido possível conversar com a autarquia da imprescindível necessidade de requalificação da piscina que usamos, de melhorar os acessos e envolvente ao posto náutico, de organizar e recuperar o espaço envolvente ao pavilhão nomeadamente a iluminação, estacionamento, zona dos campos de padel e estudo do projeto de uma nova piscina na cidade. A Câmara Municipal tem tido uma atitude colaborante pelo que apenas aguardamos que se reúnam as condições necessárias para avançar nestes temas sabendo que o Galitos será parceiro confiável, leal e empenhado.

Pontualmente foi possível obter o apoio da autarquia para eventos como aconteceu na fase final da Taça Nacional de basquetebol em sub 18. É igualmente significativo o apoio prestado em termos de transportes normalmente requisitados pelo basquetebol e remo.

Juntas de Freguesias

A relação da União de Freguesias da Gloria e Vera Cruz com o Galitos tem sido muito importante na concretização de alguns dos nossos projetos na natação master e no basquetebol. Para além do apoio prestado a junta tem estado sempre atenta aos pequenos apoios de obras que são fundamentais para ajudar a resolver o dia-a-dia. Estamos muito agradecidos 

e esperamos poder continuar a retribuir elevando o nome da nossa terra e proporcionando alegrias aos aveirenses com os nossos resultados e organizações.

Também temos uma palavra de agradecimento para a Junta de Freguesia de Cacia e São Bernardo pelas parcerias estabelecidas e que duram há alguns anos.

Patrocinadores

Os nossos patrocinadores e doadores de cada modalidade têm compreendido e apoiado a importância dos nossos projetos na certeza de que não desperdiçamos os recursos que põem à nossa disposição. 

Agradecemos a todos a coragem de nos apoiarem. Temos feito o possível para representar condignamente Aveiro e o nome das empresas que nos apoiam. Por uma questão de impossibilidade de nomearmos todos os apoios, mencionamos apenas os patrocinadores principais de cada equipa.

Galitos / Município de Aveiro 

Natação / Bresimar

Basquetebol / Glicínias Plaza

Xadrez / Grupel

Remo / Grestel

Triatlo / OLI

Mensagem final

Caros sócios,

O sucesso constrói-se diariamente e somos todos nós que temos essa tarefa em mãos. Mas como diz a frase que abre esta mensagem o sucesso começa num sonho para o qual estabelecemos uma meta que apenas se conquista com muita disciplina e persistência. 

O nosso passado é fantástico. Todos temos o dever de honrar a nossa história e manter o rumo traçado. 

Devemos prosseguir com determinação na formação dos jovens, manter rigor na gestão financeira, proporcionar condições para o empenho dos treinadores, pedir o mesmo espírito de sacrifício e entrega aos nossos atletas. Se assim fizermos o novo ano de 2020 só poderá ser favorável para o Clube dos Galitos. Mas todo este fulgor clubístico não seria sequer possível sem o trabalho fantástico e absolutamente gracioso dos melhores aveirenses que dedicam os seus tempos de menor ocupação ao clube e aos jovens. Sem os seccionistas e dirigentes das secções o clube simplesmente não existia. Cabe nesta hora uma palavra de apreço e gratidão para o trabalho diligente de todos os nossos colaboradores, treinadores e diretores.

A direção do Clube dos Galitos deseja a todos os sócios, dirigentes, atletas, treinadores e colaboradores um ano de 2020 excelente, com muita paz, saúde e sucessos pessoais.

Bom Ano Novo de 2020 e Pelo Galitos Canta, Canta!

António Granjeia

Presidente da direção

01/01/2020 11:52

Voltar
Clube dos Galitos ©2011, Todos os Direitos Reservados. | Desenvolvido por: INOVAnet,Lda e Design: Designarte.pt